Maria Vitória (Vitória Strada) e Vicente (Bruno Ferrari)/ Foto: Marília Cabral/ Globo

O grande dia de Maria Vitória (Vitória Strada) e Vicente (Bruno Ferrari) acontecerá no bangalô recém-inaugurado de Celeste Hermínia (Marisa Orth), escolhido para a cerimônia civil. Os noivos confirmam para o Juiz de Paz o desejo de se casarem na presença dos familiares e padrinhos: Celina (Barbara França) e Artur (Guilherme Leicam) ao lado de Vicente; e Giuseppe (Guilherme Prates) e Helena (Jessika Alves) com Maria Vitória. “De acordo com a vontade que ambos acabais de afirmar perante mim, de receberdes por marido e mulher, eu, em nome da lei, vos declaro marido e mulher”, diz o Juiz para a alegria dos convidados. José Augusto (Tony Ramos) puxa o brinde aos noivos.

Enquanto isso, em Portugal, Inácio (Bruno Cabrerizo), mesmo sem saber que sua amada está prestes a casar com outro, passa os dias angustiado. Em São Vital, Lucinda (Andreia Horta) experimenta o vestido que mandou fazer para o casamento de sua rival, apesar de não ter sido convidada para a cerimônia. O que ela não imagina é que Leonor (Beatriz Campos) e Gregório (Cristiano Garcia) percebem sua armação e avisam a Reinaldo (Cassio Gabus Mendes), que irá até São Vital impedir mais uma loucura da filha.

O enlace religioso segue a salvo de armações de Lucinda e longe de Inácio. A igreja está decorada com flores brancas, os convidados e o noivo esperam a entrada de Maria Vitória. A portuguesa entra, entrega o buquê para a mãe e dá a mão a Vicente. “Eu, Vicente, recebo-te por minha esposa, a ti, Maria Vitória, e prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias de minha vida”. Maria Vitória repete os votos e o padre os declara casados para a alegria dos presentes.

O vestido de renda foi inspirado em modelos da época em que se passa a trama, fim da década de 1920. Para Paula Carneiro, figurinista de ‘Tempo de Amar’ era imprescindível também que o traje seguisse aspectos típicos da personagem. “Queria um vestido característico dos anos 20, mas sem trair todo o figurino da personagem. Por isso optamos por um vestido ombro a ombro – que é a cara da Maria Vitória – e com decote nas costas – típico da época. Além disso, ela casou de bota branca de renda”.

A sequência de ‘Tempo de Amar’, novela de Alcides Nogueira, baseada em argumento de Rubem Fonseca e escrita em parceria com Bia Corrêa do Lago, com colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Bíbi Da Pieve, está prevista ir ao ar nesta sexta-feira, 2, às 18h, na Globo. Jayme Monjardim assina a direção artística e  Adriano Melo a direção geral ao lado de Monjardim.

Deixe um Comentário