Bernardo Lobo/ Foto: Divulgação

Bena Lobo, 45 anos, é um cantor, compositor e instrumentista brasileiro. Filho de Edu Lobo, um dos ícones da MPB, e da cantora Wanda Sá, a Musa da Bossa Nova, e neto de Fernando Lobo, compositor e jornalista pernambucano, Bena produz música pop, contemporânea, a partir de elementos brasileiros que formaram sua cabeça: uma mistura sofisticada de samba, baião, afoxé e xote.

Neste sábado, 17, às 22h, no Espaço Espelho d’Água, em BelémLisboa, o artista faz o pré-lançamento de ‘C’Alma’, seu quinto CD, totalmente autoral, gravado em Lisboa, onde reside desde maio de 2016, que será lançado em 24 de março, pela gravadora Biscoito Fino, no Brasil e, na Europa, pelo selo espanhol Discmedi.

No repertório, canções autorais como ‘Planisfério do Amor’, em parceria com Pierre Aderne‘Menina das Nuvens’, com Marcos Valle e ‘Ciranda da Lágrima’, com Mu Chebabi e Ronaldo Semedo. “Esse é meu disco mais despretensioso, despreocupado e ousado que fiz. Meu maior compromisso foi com a música, em valorizar a minha canção, as melodias e as poesias. Jamais pensei em mercado ou em outras coisas a não ser na música”, afirma Bena sobre o novo trabalho.

Seu primeiro álbum foi  ‘Nada Virtual’, lançado em 2000. Depois vieram ‘Sábado’, em 2006; ‘Sábado ao Vivo’, em 2008 e ‘Valentia’, em 2012. Quem quiser conferir, os quatro discos estão disponíveis em todas as plataformas digitais (SpotifyDeezer e Itunes).

Nos 20 anos de carreira, Bena também participou de projetos importantes como ‘Novas Noites Cariocas’‘Humaitá pra Peixe’‘Vivo Open Air’‘Free Jazz’‘Novo Canto’ e ‘Prata da Casa’, entre outros. Ele também dividiu o palco com Chico BuarqueMilton Nascimento, Edu Lobo, Cassia EllerSeu JorgePaulinho MoskaPedro LuísRoberto Menescal, Wanda Sá e João Donato. Tudo isso sem contar que junto com seu pai, fez turnê no Japão, em 2016, e, no mesmo ano, participou da celebração da implantação da República em Portugal, no Teatro Villaret, em Lisboa, com artistas brasileiros e angolanos.

Deixe um Comentário