O diretor Luiz Bolognesi, os índios Kabena Cinta Larga e Ubiratan Suruí e a diretora da Mostra Panorama, Paz Lazaro /Foto: Divulgação

Os índios Kabena Cinta Larga e Ubiratan Suruí; Paz Lazaro diretora da Mostra Panorama; o diretor Luiz Bolognesi (‘Uma História de Amor e Fúria’) e o diretor de fotografia Pedro J. Márquez estiveram presentes na estreia do documentário ‘Ex-Pajé’, exibido no Festival de Berlim. Durante o evento foi divulgado um Manifesto de Povos e Lideranças Indígenas do Brasil que propõe um país com mais tolerância e respeito, e que critica o etnocídio.

Bolognesi, diretor e roteirista do longa, comentou: “Num momento em que as casas de reza indígenas estão sendo queimadas e os pajés demonizados pela violência evangélica, ter o filme estreando em Berlim significa levar as vozes dos espíritos da floresta mundo afora através do cinema. ‘Ex-Pajé’ é uma produção da Gullane e Buriti Filmes, com distribuição da Gullane.

Os índios Kabena Cinta Larga e Ubiratan Suruí/ Foto: Divulgação
Os índios Kabena Cinta Larga e Ubiratan Suruí/ Foto: Divulgação

Deixe um Comentário