Fabio Jr. se emociona /Foto: Gabriel Cardoso/ SBT

Danilo Gentili recebe Fábio Jr., na quinta temporada do ‘The Noite’, que estreia na próxima segunda-feira, 12, no SBT.  O cantor fala sobre carreira, filhos, e  outros momentos marcantes de sua trajetória, como suas participações nas novelas ‘Roque Santeiro’, ‘Pedra Sobre Pedra’ e ‘Antônio Alves, Taxista’. Fábio também canta seus grandes sucessos como ‘20 e Poucos Anos’, ‘Quando Gira o Mundo’, ‘Caça e Caçador’ e ‘Alma Gêmea’.

Fabio Jr canta seus sucessos no 'The Noite'/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT
Fabio Jr. canta seus sucessos no ‘The Noite’/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT

Em um momento da conversa, Danilo faz uma confissão: “Você foi o único cantor brasileiro que me fez chorar. Você foi no Faustão (‘Domingão do Faustão’), cantou ‘Pai’, eu estava sozinho em casa e chorei muito aquele dia”, diz, deixando o convidado emocionado. Fábio também se emociona ao relembrar a infância, quando trabalhava na banca de jornal do pai e sonhava com sua foto nas publicações: “Três e meia da manhã a gente acordava. Eu carregava os jornais e pensava “um dia eu vou estar aqui (na página) e alguém vai estar levando o jornal”. Por isso a gente tem que acreditar nos sonhos”, diz ele com os olhos cheios d’água.

Fabio Jr agradece Gentili no 'The Noite'/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT
Fabio Jr. agradece Gentili no ‘The Noite’/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT

O cantor revela ainda se ficou ou não com a estrela internacional Bonnie Tyler e conta que deu a ela uma jóia na ocasião de sua parceria em ‘Sem Limites pra Sonhar’: “Levei um anel se pedras brasileiras pra ela. Ela falou: “Há muitos anos eu não recebo um presente de um homem”.

Fábio Jr./ 'The Noite'/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT
Fábio Jr. e Danilo Gentili/ ‘The Noite’/ Foto: Gabriel Cardoso/ SBT

Entre outras coisas, Fábio confessa: “Não sei mexer direito nesse negócio de internet. Quem cuida das redes sociais é o meu escritório”. O artista revela também que é noveleiro e sobre fazer filhos bonitos garante: “Nesse negócio de filho eu mando bem”. Se fica nervoso para subir ao palco, conta: “Preciso de um tempo. Até as crianças falam “pai, não é possível”. O Fiuk entra no palco como se estivesse em casa. Eu entro e na terceira ou quarta música é que vou ficando relaxado”. Sobre se os filhos pretendem seguir a carreira artística diz: “O Záion já está vindo em uma pegada dos irmãos. A Kika não pode ver uma câmera que foge”.

 

Deixe um Comentário